helena sarmento

PORTO-porto

PORTO-porto

Lyrics

mergulhadas ao contrário

aguarela na corrente

pelo Douro as cores das casas

a cidade e o seu cenário

as janelas querem gente

como os sonhos querem asas

 

no reflexo da Ribeira

vão as nuvens pelo chão

nada o Duque no seu seio

os rabelos vão nas vistas

amarrados aos turistas

as gaivotas de permeio

 

sendo outras são as mesmas

as gaivotas e o seu grito

noutro vento a mesma dança

pelo Douro desce o tempo

nossos olhos ao relento

vão mudando na mudança

 

no granito do teu peito

bate um rio-coração

doces vagas, tempestade

deste Porto fiz meu porto

a caminho do teu corpo

pelo norte da vontade

 

no meu sonho livres rotas

como asas de ninguém

(há quem diga que exagero)

troco ouro por gaivotas

por tão pouco há logo quem

diga que é porque te quero


Songwriters

Letra: joão gigante-ferreira / Música: Samuel Cabral
Hits 1652
FADO DOS DIAS ASSIM Songs OS TEUS DEDOS POR AQUI »
Top of Page