helena sarmento

RESPIRAÇÃO

FADO AZUL (2011)
RESPIRAÇÃO

Lyrics

Deitada na felicidade

Sobre a curva do teu peito

Tudo está no seu lugar

Não há sombra de saudade

O futuro onde me deito

É o presente por chegar

Tudo é esse momento

Esquecemos a cidade

Respiramos devagar

 

À distância do olhar

Um cinzento escurecer

A cidade ali ao lado

Proxenetas a comer

Prostitutas a alugar

O amor desempregado

 

Vai de vinho o impotente

Pela veia a heroína

Preço d´oiro e prata fina

Pela curva descendente

Correm Zé e Serafina

Já depois de ser menina

Fica a vida pelo chão

A alegria num caixão

O seu corpo em cada esquina

 

Já foi nova já foi nua

Já deitou o sol na lua

A velha que pede esmola

No cruzamento da rua

Já no riso não flutua

Na saudade se consola

 

Sobre a curva do teu peito

Deitada na felicidade

Tudo muda de lugar

Esta paz onde me deito

É a fúria da vontade

Da revolta por chegar

Tudo é esse momento

Não esquecemos a cidade

Respiramos devagar


Songwriters

joão gigante-ferreira / Joaquim Campos da Silva - Fado Vitória
Hits 1578
« FADO DA PALAVRA DITA FADO AZUL Songs CANÇÃO DO DESTERRO (EMIGRANTES) »
Top of Page